Eer

(2007-2011)

 

In Eer, the user is invited, using keys or webcam, to err around the uunniivveerrssee in abstract 3d meta-spaces that gather the various online users, as well as elements of races living virtually inside the code and running in the processor cycles. The space is pseudo-infinite, the terrains are water-like or frozen blocks tinted with cellular automata patterns, and the sounds are synthesized from a red-noise synth emulating sounds captured from astronomical observations. Eer teleports sporadically inside the random clusters of planets generated in the series.

 

keywords: universe, uunnii-time, simulation

materials: code, computer, camera

 

 

Eer

(2007-2011)

 

Em Eer, o utilizador é convidado, usando teclas ou webcam, a vaguear pelo uunniivveerrssee em meta-espaço 3d abstractos que reúnem vários utilizadores em linha bem como elementos das raças que vivem virtualmente dentro do código e correm nos ciclos dos processadores. O espaço é pseudo-infinito, os terrenos como água ou blocos congelados tingidos com padrões de autómatos celulares, e os sons são sintetizados de um gerador de ruído vermelho emulando os sons de observações astronómicas. Eer teleporta-se esporadicamente dentro dos agregados aleatórios de planetas gerados na série.

 

palavras-chave: universo, uunnii-time, simulação

materiais: código, computador, câmara

 

Eer video